BASÍLICA

Imagem de São José restaurada

Um presente antecipado de aniversário pelos 100 anos da Basilica Nossa Senhora Auxiliadora em Niterói, que será comemorado em 2018: a imagem da década de XX de São José, que teria sido trazida do Tirol, Áustria. Inaugurado em 19 de março de 1920. Presente do cooperador salesiano Virgílio de Araújo Maia, que fica no altar mais antigo da Basílica, acaba de ser restaurada. O trabalho se estendeu por meses e foi feito pelo artista, Weissmar Laurence. O resultado do processo de restauração foi exibido aos fiéis, no final de semana( 16 e 17/09), durante as Missas
Por: Pascom
  • Título do Slide

    Escreva sua legenda aqui

    Botão
  • Com iluminação nova

    Escreva sua legenda aqui

    Botão
  • Sem iluminação

    Escreva sua legenda aqui

    Botão
APRESENTADOS À COMUNIDADE PAROQUIAL DOIS ANJOS TOCHEIROS
20/04/2017

Prosseguem os trabalhos de restauração da Basílica Nossa Senhora Auxiliadora de Niterói, em vista das celebrações de seu centenário, em 2018. Na Páscoa, foram apresentados à comunidade paroquial dois anjos tocheiros que, confeccionados em madeira, com policromia e douramento, para o altar mor da Basílica, nas primeiras décadas do século XX, haviam sido levados para Brasília nos idos de 1980. Os trabalhos de transporte, restauração, confecção do suporte e substituição dos fios elétricos duraram aproximadamente um ano. Agora, novamente, eles ocupam o lugar que lhes foi reservado, ainda durante a finalização da construção da Basílica. São peças únicas, realizadas pela "Casa Luneta de Ouro", do Rio de Janeiro, especializada em arte sacra (infelizmente já extinta), de muito renome até os anos 70. Os anjos têm nas mãos candelabros com 24 lâmpadas (uma referência ao dia 24 de maio) e as cores de suas vestes remetem às das iconografia de Nossa Senhora Auxiliadora.

PROSSEGUE EM NITERÓI A RESTAURAÇÃO DA BASÍLICA
16/02/2017

Desde agosto/2016, de fato, estão em andamento os trabalhos, sendo concluídos por etapas. Em janeiro concluiu-se a restauração e instalação dos vitrais da lateral direita da Basílica, que estavam quebrados e deteriorados devido ao tempo. Outros serviços também foram concluídos, como o aumento de carga, a instalação de transformadores próprios, troca de quadro de luz e de toda a fiação e componentes elétricos. Também um novo projeto de iluminação foi providenciado, sendo instaladas arandelas nos corredores laterais. 

Aos poucos as instalações vão se renovando, garantindo a segurança dos fiéis e da própria construção com toda a sua riqueza arquitetônica, realçada por novas técnicas, como a colocação de luz por trás das imagens dos altares laterais, valorizando-os com o jogo de luz e sombra. 

A restauração dos vitrais está sendo realizada pela firma ”Luidi Vitrais” com um trabalho impecável. Todo o esmero que vemos nos serviços prestados nos lembram as palavras do Pe. Gustavo Cola- pároco por ocasião do início das obras: "Basta um olhar mais atento para perceber como é belo tudo o que foi erguido aqui. A obra de “construir a Igreja”, contudo, é permanente. Não basta erguer um templo: é preciso cultivar a comunidade que se reúne sob seus átrios, além de cuidar deste mesmo espaço, para que cumpra sua missão de ser sinal das promessas de Deus e da fé de seu povo. Com entusiasmo salesiano, continuemos o caminho rumo ao centenário da nossa querida Basílica!".
                                                                                                                                                                              Por: Bete Iane/Bete dias

REFORMA DA CAPELA DO SANTÍSSIMO


CONHEÇA OS PRODUTOS QUE ESTÃO À VENDA EM NOSSA SECRETARIA PAROQUIAL


CHEGADA DO PRIMEIRO VITRAL RESTAURADO
24/01/2017

Não foi por acaso que este vitral foi o primeiro a ser restaurado. Nele estão registrados dois momentos importantes da Igreja envolvendo Nossa Senhora, Auxílio dos Cristãos!

À esquerda do vitral vemos a Batalha de Lepanto, quando a esquadra cristã foi reunida pelo Papa Pio V para lutar contra os muçulmanos, que ameaçavam escravizar a Europa. Somente após três dias de jejum, orações e procissões e receberem a Eucaristia, os soldados partiram munidos com o rosário. Eram minoria, mas invocando Maria Auxiliadora dos Cristãos venceram a batalha em 7 de outubro de 1571 e hastearam a bandeira onde estava bordada a imagem de Jesus Crucificado, que pode ser visto acima da imagem de Pio V. Em gratidão, Pio V incluiu na Ladainha a invocação “Auxiliadora dos Cristãos, rogai por nós”.

À direita do vitral, vemos o Papa Pio VII, que não se subjugou a Napoleão, sendo preso em Fontainebleau, cuja fachada está representada no vitral. Ele recorreu à proteção de Nossa Senhora e prometeu coroar sua imagem. Fracassado, Napoleão libertou Pio VII, que foi até Savona cumprir seu voto e seguiu para Roma, onde foi aplaudido pelo povo. Em agradecimento a Maria, instituiu a festa de Nossa Senhora Auxiliadora, fixando-lhe a data de 24 de maio, dia de sua entrada em Roma.

Dois momentos que testemunham a proteção da Virgem Maria não só a cada um de nós, mas também à Santa Igreja, a ela confiada pelo seu Filho aos pés da Cruz.

Nesta confiança, Dom Bosco a colocou à frente da Congregação Salesiana e ensinou a todos a amarem Nossa Senhora sob o título de Auxiliadora e disse: “A festa de Maria Auxiliadora deve ser o prelúdio da festa eterna que deveremos celebrar todos juntos um dia no Paraíso”.

Agora, ao entrarmos na Basílica e vermos este maravilhoso vitral, poderemos renovar nossa confiança em Maria Auxiliadora, lembrando de tão grandes vitórias de nossa Igreja. Que possamos confiar em seu auxílio!
                                                                                                                                                                                        Pascom: Beth dias/ Bete Iane

CAMPANHA DA REFORMA DA BASÍLICA

A Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora celebrará no dia 24 de dezembro de 2018, o centenário de inauguração de seu templo principal, a Basílica de Nossa Senhora Auxiliadora. O projeto da Basílica coube ao engenheiro Domingos Delpiano, irmão salesiano, o mesmo que projetou o Monumento situado sobre a pequena colina aos fundos de nosso terreno, além de inúmeras igrejas no Uruguai, em São Paulo e outras cidades do Brasil. Homem de gosto apurado e boa formação acadêmica, afinou seu estilo ao do célebre arquiteto francês Jean Pierre Bossan, com quem estudou em Paris, e de quem recebeu forte influência. Costuma-se, assim, dizer que seus projetos têm o “estilo Bossan”, um misto de gótico e mourisco. Com o novo santuário, criou-se em Niterói um centro de devoção mariana, que constituiu mais um aspecto importante dessa fase de consolidação da obra salesiana no Rio de Janeiro. Um marco na história, pois aqui está a primeira casa Salesiana do Brasil.

Neste mês de julho, mirando a celebração dos cem anos da nossa Basílica, estamos lançando a Campanha em prol de sua restauração arquitetônica, decorativa e litúrgica Queremos deixar a Igreja bonita e preparada para esse momento significativo da nossa história como Paróquia. E não é só uma questão estética: ela necessita de revitalização urgente! Este é um grande projeto que envolve a todos.
As necessidades são diversas e contamos com a participação de toda a comunidade. A sua contribuição se somará ao esforço de cada paroquiano que ajudou a construir e a manter esse templo, ao longo destes cem anos. Hoje, somos nós os convocados a continuar esta missão. Aqueles que forem fiéis e constantes nas contribuições durante toda a campanha terão seu nome gravado em um marco comemorativo que será instalado na Basílica, como lembrança agradecida e perene dos “patrocinadores do centenário”.

Esta Campanha se estende a todas as pessoas de boa vontade e que amam a nossa Igreja. Toda colaboração é muito bem-vinda, neste momento. Vamos manter a beleza, a história e a fé vivas.
Por intercessão de Nossa Senhora Auxiliadora, nossa Padroeira, Deus abençoe a você e toda a sua família!
  
  Nossa Basílica precisa de muitos cuidados. É uma construção com inúmeros detalhes arquitetônicos que necessitam de manutenção especializada, além de reformas gerais importantes para seu funcionamento e segurança dos que a frequentam.

Estamos em processo de instalação do novo sistema de para-raios, conserto do sistema elétrico do Grande Órgão Tamburini (lesado em virtude da queda do raio), bem como revisão e substituição de toda a fiação elétrica, todas as atividades de custo elevado. A campanha é importante pois a Paróquia tem um custo fixo alto, o dízimo não é suficiente para todas as necessidades. 

• Restauração do piso (ladrilho de cerâmica hidráulica, com peças exibindo desenhos e detalhes diversos. O valor do piso será calculado por número de peças).

• Pintura interna da Basílica (há muitas manchas decorrentes de vazamentos antigos. O telhado já foi consertado na estada de Pe. Antonio).

• Restauração dos vitrais: todos já perceberam que há muitos vidros quebrados. Eles são importados e a estrutura de metal já deteriorada, também será substituída. A restauração deverá ser feita por empresa idônea, que se responsabilizará por retirada dos vitrais, embalagem dos mesmos, cobertura provisória dos locais após sua retirada.

• Restauração de imagens e detalhes originais.
Precisamos de toda a força de ação que conseguirmos para angariar fundos. A campanha dos carnês, bingo, almoços, chás, doações individuais, de grupos ou famílias. Quem sabe uma família se responsabilizando por um vitral, por exemplo? Participe.
Entre em contato com a secretaria paroquial, Dízimo ou Administração pelos telefones 2715-3350 e 2715-3351.                                                                                                                                                                                                           Por: Pascom                                                                                                                                                                           Fotos: Arquivo
Share by: